10 ideias para o que fazer em Campo Grande

Você até queria ir para a praia, mas por razões familiares Campo Grande foi o seu destino para o fim de ano. Então para não frustrar de todo as suas merecidas férias, separei algumas ideias que VALEM MUITO A PENA fazer na cidade, especialmente para aqueles (como eu!) que adoram um projeto diferente. Acompanhe o roteiro e, para mais informações da cidade e estado, acompanhe notícias MS.

Nós já falamos de restaurantes em Campo Grande no blog, e dicas para conhecer o Mato Grosso do Sul. Agora é a vez da capital em si, com vocês: Campo Grande MS!

1 – Visitar uma casa de shows sertaneja

O que fazer em Campo Grande: Valley

Para quem não gosta do gênero a ideia pode parecer um fiasco, mas é fato que os cantores sertanejos do Brasil que mais estão em alta são do MS. Michel Teló; Marco Aurélio e Paulo Sérgio; Munhoz e Mariano; João Bosco e Vinícius, Jad e Jadson; Maria Cecília e Rodolfo e, Luan Santana. Só para começar. Eles começaram tocando em aberturas de shows e nas casas mais famosas de Campo Grande: Woods, Coyote e Valley. A última vale muito a pena a visita pois a fachada é toda decorada ao estilo faroeste. Quer saber da agenda? Dá uma olhada nos sites de notícia de Campo Grande MS e para shows no interior, confira as notícias de Mato Grosso do Sul.

2 – Ir ao Mercadão municipal

Mercadão: dicas para o que fazer em Campo Grande MS

Fica na parte mais central de Campo Grande, próximo à Morada dos Baís, Camelódromo, Praça do Mercado Municipal (onde fica a Feira do Índio), perto das ruas 14 de julho e 13 de maio, da praça Ary Coelho e da avenida Afonso Pena. É no Mercadão que você encontra cabeça de porco à venda, erva-mate com sabor, jaca, artigos para montaria, ervas aromáticas, temperos a granel e pequi. As lanchonetes oferecer iguarias da gastronomia como chipa, sopa paraguaia e pastel.

3 – Visitar a Casa do Artesão

 

Casa do Artesão: o que fazer em Campo Grande

A Casa do Artesão tem artesanato em couro e outras matérias-primas típicas, bebidas e geleias de todo o MS. Ele fica no antigo prédio de um banco, onde há um cofre em que se perderam a chave e que conta a lenda que está cheio de riquezas. Ele fica na avenida Afonso Pena esquina com a Calógeras.

4 – Ver a placa de Machu Pichu

O que fazer em Campo Grande: ver uma placa de Machu Pichu

Na saída de Campo Grande em direção ao município de Sidrolândia é possível ver uma placa de trânsito orientando o sentido para Machu Pichu. O engraçado é que parece que é a cidade está próxima, quando, na verdade está a 3.400 km de distância.

5 – Ver o pôr-do-sol no parque das Nações Indígenas

Pôr do sol: o que fazer em Campo Grande MS

Assista ao pôr do sol no parque que, é palco o ano todo de atrações e shows. Confira a agenda de eventos em últimas notícias de Campo Grande MS. Lá você vê capivaras soltas, araras voando pelos coqueiros e ainda é presenteado com um dos finais de tarde mais bonitos que já vi.

6 – Prove os peixes de água doce

Comer tilápia: o que fazer em Campo Grande MS

A tilápia, o pacu, o pintado e a piranha são peixes conhecidos no Mato Grosso do Sul e nos restaurantes de Campo Grande. Uma boa pedida é o restaurante Lagoa da Prata que oferece pratos de tilápia.

7 – Comer rodízio de churrasco

Rodízio de churrasco: o que fazer em Campo Grande MS

Sul-mato-grossense ama churrasco, são vários cortes que se come com arroz branco, farofa, mandioca e vinagrete. Há restaurantes especializados em cortes de carne e oferecem rodízio até com carne de caça. Prepare o bolso, mas opções não faltam: Churrascaria Gaúcho Gastão, Zitão, Bezerro de Ouro, Manura, Capital, Figueira e Nossa Querência.

8 – Comer sobá na Feira Central

O que fazer em Campo Grande MS: visitar a Ferona

A “Ferona” funciona de quarta a domingo com barraquinhas de sobá e outros pratos japoneses. Os principais são sobá e yakisoba, mas o pastel e o espetinho também são deliciosos. Se estiver na cidade em agosto, aproveite para visitar o Festival do Sobá, que tem atrações musicais e culturais. Está sempre lotado.

9 – Visite o Inferninho

OgAAAIlHp0eQ8cg7a4xG1NQe7Lfpl4ChcYXYWpiTkVqiNiZxkz25LJsjPRo7hzYto1Yf68XSO-5MPvjglfoIPgaGxiAAm1T1UPi6OUPCF9T30_owb2oPsdTl6QHl

É uma cachoeira maravilhosa que fica no perímetro urbano, parece outra dimensão. Tem esse nome pela fama que ganhou com os anos, pois ela fica em um vale onde se jogavam lixo, carros, entulho e até mesmo animais e pessoas. A região já passou por várias limpezas e hoje é comum ver praticantes de rapel aos fins de semana e banhistas fazendo trilha para acessar a cachoeira. Vá durante o dia, por ser um lugar ermo. O acesso se dá pelo bairro José Abrão via Estância Havaí. Não tem erro.

10 – Faça a trilha ecológica no CRAS

O que fazer em Campo Grande: parque do Prosa

O Centro de Reabilitação de Animais Silvestres – CRAS oferece uma trilha guiada diariamente para grupos fechados. Fica na reserva do parque das Nações Indígenas e os visitantes conhecem animais que estão em tratamento e serão liberados e, outros, como algumas onças pardas, que moram ali. Agende por telefone: (67) 3326-1370.

Related Post

Quem escreve 

Tradutora freelancer, assessora de imprensa e fã do ambiente digital. Viaja sozinha desde muito cedo e sempre quis saber onde cada trilha e estrada acabam.

8 Replies to “10 ideias para o que fazer em Campo Grande”

  1. adorei vou a todos obrigada

    1. Depois conta pra gente o que mais gostou da cidade 🙂

  2. Valeu pelas dicas, serão úteis! Sexta feira procurando o que fazer por aqui!

    1. João, bem-vindo à terrinha 🙂

      Hoje tem post novo sobre turismo gastronômico em CG, dá uma olhada.

  3. Ou seja, não tem nada pra fazer em CG.

    1. Então, depende muito do seu estilo. Se você curte sertanejo, opção tem aos montes. Se curte turismo gastronômico, os restaurantes em CG são maravilhosos, se curte natureza, visite os parques: http://viajareupreciso.com.br/viagens-nacionais/areas-verdes-e-parques-em-campo-grande/. O ideal é passar alguns dias na cidade, pois turismo histórico é praticamente inexistente, mas o entorno da cidade é muito bonito, com fazendas day-use, cachoeiras e trilhas.
      O interior do MS vale muuito a pena visitar e, muitas vezes, você acaba passando por CG.
      http://viajareupreciso.com.br/viagens-nacionais/conhecer-mato-grosso-do-sul/
      http://viajareupreciso.com.br/viagens-nacionais/onde-se-hospedar-pantanal/
      Abraços!

  4. Olha, pra quem gosta de ROCK, assim como eu, a noite campo grandense é um lixo. E MUITO CUIDADO ao ir no inferninho, mesmo durante o dia. O lugar é lindo, e tem um baita potencial turístico, mas infelizmente não tem a menor infraestrutura. Fica em local ermo, numa estrada de terra, praticamente fora da área urbana, e serve como desova de corpos.

    1. Opa, André, tudo joia?

      Valeu pelo comentário e pela visita! Concordo contigo nas duas questões – o Inferninho só rola ir em grupo, de preferência durante o dia, mas existem vários grupos que se reúnem para praticar rapel por lá. Sempre quis saber se alguém já acampou por lá e como foi a experiência. Com relação à agenda rock, realmente é tenso, mas não sei exatamente o que poderia ter para melhorar – tipo, palco para bandas de outros lugares? O duro que pega até na questão de infraestrutura, os bares tem um som péssimo.

Deixe uma resposta