Como montar uma mala de viagem urbana – 1 semana

Mala para uma semana na cidade

Gostaria de propor um desafio.

O que você levaria para uma semana de viagem na cidade, no mato e na praia?

Viajar carregando pouco é um sossego! Quando as peças são funcionais, dá para entender porque tem gente que vive com 30 peças de roupa. Já falei de declutter no blog The beauty Side, da Márcia (beijo!) e acho que viajar tem uma grande influência nisso. Sabe aquela história de ter menos e tals, acho que aprendi fazendo e carregando mala. Já falei disso no post sobre bagagem e vida leve e no post sobre declutter eu cito o app My Dressing que cataloga todas as peças do seu guarda-roupa e permite que você monte looks infinitos, sem precisar fazer aquela bagunça em casa. Tem um vídeo falando sobre ele no Youtube, vale a pena acessar aqui. E as fotos de hoje são  prints dele.

Bom, vou abrir o desafio com aquelas verdades que funcionam pra mim e você está mais que convidada (a maioria dos leitores do blog são mulheres) a participar também! É só dar um alô aqui com as suas dicas + fotenhas que a gente publica 🙂

Vamos lá!

Itens de primeira grandeza – não importa a situação

Esses itens cabem em todas as viagens, em todas as malas, não ocupam espaço. Para uma semana de viagem, não é necessário mais que uma mala pequena de rodinha ou mochila de 50 l; uma mochila de mão leve ou uma bolsa tira-colo. Sério, não precisa mais que isso. Só recomendo levar uma mala maior se ela for vazia e voltar com compras – afinal dependendo do destino, vale a pena estocar alguns raros itens por essas bandas. Como é somente uma semana, caso aconteça um mix de destinos e temperaturas, dá para ajustar a  mala seguindo a mesma lógica. Confira!

  • óculos de sol
  • óculos de dormir – poupa sua noite de sono em viagens pinga-pinga madrugada adentro, e todas as vezes que a luz for acesa, você não se incomodará, vale quarto compartilhado em hostel também
  • protetor auricular – ideal para viagens noturnas com crianças causando o terror em um voo de 12 horas. Sem mais.
  • fones  – eu sempre esqueço os meus e pego o da companhia aérea, mas eles são horríveis, machucam meu ouvido e muitas vezes só um lado funciona.
  • carregador de celular bivolt
  • adaptador internacional de tomadas – eu não sabia que tomadas poderiam ser bichinhos tão insuportavelmente complicados até viajar para Uruguai e, depois para Alemanha. Tomadas têm formatos diversos e complicados, compre um adaptador e seja feliz.

Urbano

– frio

Essa mala é relativamente fácil, pois se estiver muito frio, não haverá suor e suas roupas vão ter uma vida útil mais longa e, se estiver entre 10º – 15º C ter uma camisetinha por baixo que seja fácil de lavar/secar te poupa uma lavagem que pode custar a semana inteira com roupa secando no varal. Aliás, essa mala é enxuta, mas fique claro, ela é à prova de lavagem – você só lava quando voltar. Eu levaria:

  • 1 casaco mais comprido e quentinho, que seja o quebra-vento
  • 1 calça jeans
  • 2 meias-calças grossas ou leggings
  • 1 meia-calça fina
  • 5 meias para botas
  • 1 bota ou tênis casual para se deslocar pela cidade
  • 1 bota ou sapato fechado para sair à noite
  • 1 vestido de inverno ou saia longa
  • 1 suéter
  • 1 jaqueta
  • 7 manga-longa segunda pele
  • 7 camisas ou blusas
  • 2 cachecóis
  • 1 bolsa que sirva para andar e para sair à noite
  • 1 top
  • 9 roupas íntimas (extrapolei a quantidade já que não vamos lavar nada durante a viagem)
  • kit shampu + condicionador + leave-in + pasta de dente + sabonete + hidratante corporal + perfume em miniatura

Mala urbana para uma semana

– calor

As temperaturas mais altas requerem uma mala um pouco maior se for manter à prova de lavagem, mas tem como ponto positivo a possibilidade de lavar roupas leves que rapidamente secam. Lógico que isso vai depender da ventilação e da umidade do local. Em um cenário caótico – quente tipo Corumbá (MS), eu faria a seguinte mala:

  • 1 leque
  • 1 chinelo legal ou rasteirinha
  • 1 sandália
  • 1 tênis
  • 7 meias soquete
  • 1 chapéu / boné
  • 9 camisetas / blusas / regatas
  • 3 vestidos
  • 1 saia longa
  • 4 shorts
  • 1 jaqueta por precaução
  • 1 calça palazzo
  • 1 bolsa que sirva para andar e para sair à noite
  • 3 sutiãs
  • 1 top
  • 9 calcinhas
  • kit shampu + condicionador + leave-in + pasta de dente + sabonete + hidratante corporal + perfume em miniatura

Mala urbana para verão - 1 semana

O próximo post vai continuar o desafio, quem quiser participar, é só mandar o texto com fotos por aqui.

UPDATE: O post com dicas para montar uma mala de viagem para 7 dias no mato ou na praia já está no ar aqui.

Related Post

Quem escreve 

Tradutora freelancer, assessora de imprensa e fã do ambiente digital. Viaja sozinha desde muito cedo e sempre quis saber onde cada trilha e estrada acabam.

One Reply to “Como montar uma mala de viagem urbana – 1 semana”

  1. […] outro post eu havia dado minhas dicas pessoais para montar mala de 7 dias para uma viagem urbana e ficou faltando mato e praia, tanto para dias de frio quanto para uma semana de calor intenso. […]

Deixe uma resposta